A resposta correta é… depende.
Não existe nenhum certificado válido em toda a Europa tal como também nenhum certificado Europeu é automaticamente válido em Portugal.
Embora todos os países da UE cumpram a Directiva Equipamentos de Trabalho (2009/104/CE de 16 de Setembro) relativa às prescrições mínimas de segurança e de saúde para a utilização pelos trabalhadores de equipamentos de trabalho, não só cada país é livre de “acrescentar” as suas regras internas a essas prescrições, como também muitas empresas possuem regras internas mais exigentes ou mais pormenorizadas.
Assim, conforme os países e as próprias empresas, os certificados podem ser imediatamente aceites, ou estarem condicionados à realização de uma prova prática perante uma entidade local para verificar que o operador sabe utilizar o equipamento de acordo com as regras de segurança. Apenas em alguns casos muito específicos é necessário frequentar outras ações de formação.
Quem realiza os nossos cursos não terá dificuldade em demonstrar, se necessário, que sabe utilizar os equipamentos de acordo com as regras de segurança.
A INOVERGO é a única entidade Portuguesa que pode juntar aos seus certificados o reconhecimento do IFTEM/FEM-AEM, o que garante que os seus cursos cumprem as determinações mais exigentes da indústria Europeia, sendo habitualmente aceites automaticamente na maioria das empresas europeias.