O operador de empilhador deve fazer uma inspeção detalhada no início do turno e ir fazendo vistorias simples à volta da máquina ao longo do dia.
Em que consiste essa inspeção?
Primeiro deve fazer uma simples inspeção visual para verificar:
  1. Estado geral da máquina e sua limpeza
  2. Estado do pavimento onde vai circular e a existência de alguma obstrução nessa área
  3. Existência de limitações de altura, por exemplo iluminação mais baixa ou portões;
  4. Níveis de óleo, combustível, radiador, etc.;
  5. Carga da bateria, cabos protegidos, tampões colocados, níveis de electrólito, bateria bem presa;
  6. Porcas ou parafusos soltos ou em falta;
  7. Correntes e tubos hidráulicos em bom estado;
  8. Estado de rodas e pneus;
  9. Garfos direitos, sem fendas nem desgastes. Freios de posicionamento bem colocados.
  10. Existência de manchas de fluidos no chão ou na máquina.
Depois, antes de começar o trabalho, fazer um teste operacional onde vai verificar se:
  1. A buzina trabalha e é audível no ambiente de trabalho?
  2. O avisador sonoro de marcha atrás e o “pirilampo” funcionam?
  3. A direcção tem folgas?
  4. O travão de estacionamento funciona?
  5. O travão de serviço (pé) tem pressão e é eficaz?
  6. Testar elevação de garfos e inclinação de mastro.
  7. O botão de paragem de emergência funciona?
Se notar algum problema deve comunicá-lo ao supervisor e assinalá-lo na Ficha de Verificação Prévia.
Com uma Ficha de Verificação Prévia preenchida, assinada pelo operador e confirmada pelo supervisor, tanto eles como o dono da máquina, evitam que se conclua ter havido negligência ao colocar aquele equipamento em serviço no seguimento alguma investigação de apuramento de responsabilidades  na eventualidade de acontecer algum incidente, se tiver que se fazer
Para obter modelo de FICHA de VERIFICAÇÃO PRÉVIA basta preencher o formulário seguinte:

Nome *

Apelido *

Email *

O sinal * indica um campo de preenchimento obrigatório.